Empreendedorismo

Como eu abri minha própria empresa de desenvolvimento de Software de graça!

6 jul 2016

Por: Vitor Torres

Há alguns meses decidi abrir minha própria empresa de desenvolvimento de software, a Zots Software House, e claro, muitas dúvidas surgiram nesse momento.

O que eu preciso para abrir a empresa? Quanto vou ter que pagar de imposto? Qual vai ser meu gasto com contador? Qual contador eu contrato?

Por onde começar

A primeira coisa que me indicaram foi conversar com um contador para sanar todas essas dúvidas. Porém, em uma única conversa muitas outras dúvidas surgiram.

  • Qual seria o tipo da minha empresa?

Sociedade Limitada? EIRELI? MEI?

  • Qual seria o regime tributário?

Lucro Real? Lucro Presumido? Simples Nacional?

Além disso, vi que abrir uma empresa e mantê-la não seria barato. Foi então, que procurando na internet por mais informações sobre tipos de empresa, regimes tributários e por um contador mais acessível, que encontrei a Contabilizei, que apresentou um preço muito mais competitivo e também me auxiliou neste processo de abertura.

O que é preciso decidir

Algumas coisas que você terá que decidir ao longo da abertura, com a ajuda do contador, são: o tipo da sua empresa (Sociedade Limita, EIRELI, MEI, entre outros), o regime tributário (lucro real, lucro presumido, Simples Nacional), as atividades que você irá realizar e CNAEs da sua empresa (uma busca no IBGE ou na Tabela de CNAE da Contabilizei pode te ajudar com isso) e o seu pró-labore (sobre o qual será descontado 11% para o INSS).

Para a Zots Software House escolhi o tipo de empresa Sociedade Limitada, uma vez que eu possuía um sócio, e o regime tributário Simples Nacional. Por se tratar de uma empresa de software, escolhi diversos CNAEs que me permitem realizar atividades como: desenvolvimento de software sob encomenda, desenvolvimento de games, web design, suporte e manutenção de software e até mesmo consultoria.

Todas essas atividades se enquadram no Simples Nacional, o que me permite exerce-las com uma menor taxa de impostos e por tanto com um menor custo.

Precisando de ajuda para abrir sua empresa? Na Contabilize é fácil, clique no botão abaixo e veja: 

Começar a abrir minha empresa

E depois do CNPJ?

Após ter seu CNPJ, você precisa abrir uma conta jurídica no banco para a sua empresa.

Apesar de ser possível você utilizar sua conta pessoal, o mais indicado é criar uma conta para a empresa para facilitar a contabilidade e declaração de imposto de renda.

O gasto mensal para manter uma conta jurídica no banco é de aproximadamente R$50,00, porém deixo o alerta de que podem existir taxas extras semestrais e taxas por serviços específicos como emissão de boleto e cartão de crédito!

Rotinas contábeis

O dia a dia da contabilidade da minha empresa consiste em:

  • uma vez por mês enviar para a plataforma da Contabilizei o extrato bancário da minha conta PJ e as notas ficais que emiti no mês;
  • pagar uma guia referente ao INSS e outra guia (o DAS) referente a todos os impostos que devo sobre o faturamento do mês anterior;
  • pagar a mensalidade do serviço de contabilidade.

A facilidade de pagar apenas uma guia de imposto por mês é graças ao regime tributário Simples Nacional, por tanto, verifique se a sua empresa pode se enquadrar neste tipo de regime tributário, pois ele costuma ser mais vantajoso!

Uma última dica que gostaria de deixar é: se você receber algum boleto que não estava esperando, não pague antes de consultar seu contador! Existem diversas instituições fraudulentas que enviam boletos para a sua empresa, relativos a “contribuições associativas”, as quais não obrigatórias! Estas instituições tentam enganar novos empresários que acabam pagando o boleto com medo da empresa ficar com o nome sujo.

Abrir e manter uma empresa não é um bicho de sete cabeças, mas é necessário ter as pessoas certas do seu lado para manter as coisas nos trilhos e fazer o trem andar!

Obrigado

.

Assine nossa newsletter e
receba conteúdos exclusivos


Entre para a Contabilizei

Vitor Torres

Vitor Torres

Vitor Torres é fundador da Contabilizei (o jeito mais fácil e econômico de realizar contabilidade), empreendedor e investidor de startups.