Contabilidade

Como Emitir Nota Paulistana

16 fev 2016

Por: Vitor Torres

Contexto:

Criada em 2006 a Nota Fiscal Eletrônica – NFs-e – modernizou o sistema tributário brasileiro, padronizando os sistemas de controle do governo e facilitando a vida das empresas que não precisam mais armazenar documentos nem enviar as notas físicas para a contabilidade, tudo é feito online.

Na maioria dos estados brasileiros, principalmente para as empresas prestadoras de serviço, é obrigatório o uso da NFS-e. No Portal NFS-e é possível consultar a lista de estados e outros serviços referente à nota fiscal eletrônica.

Quem já tem uma empresa, pode emitir notas fiscais através do site da prefeitura da cidade onde o negócio foi constituído. É um processo tranquilo e hoje vamos mostrar o passo a passo de como emitir nota fiscal eletrônica em São Paulo, a Nota Fiscal Paulistana.

Como emitir Nota Fiscal Paulistana para empresas do simples nacional:

Primeiramente acesse o site: NF Paulistana – Prefeitura de São Paulo e faça o login com seu certificado digital.

  1. No menu à esquerda, clique em “Emissão de NFS-e”
  2. Selecione “Tributado em São Paulo” e Natureza da Operação “Normal”
  3. Selecione o apelido do cliente já cadastrado ou insira o CNPJ da empresa.

nota sp 1

  1. Informe qual atividade é referente a nota fiscal emitida (maioria dos casos não é necessário alterar).
  2. Insira a descrição do serviço prestado.

    Sugestão: “Serviços prestados em [atividade] no período de [mm/aaaa].”

  3. Insira o valor da nota fiscal.

Dica: Coloque o valor do serviço combinado com o cliente.

  1. No campo “ISS retido”, marque “NÃO”
  2. O momento da glória <3 Clique em “Prever” e, em seguida, em “Emitir”.

notas sp 2

Como emitir Nota Fiscal Paulistana para empresas do lucro presumido:

Primeiramente acesse o site: NF Paulistana – Prefeitura de São Paulo e faça o login com seu certificado digital ou usuário e senha (Senha Web).

  1. No menu à esquerda, clique em “Emissão de NFS-e”
  2. Selecione “Tributado em São Paulo” e Natureza da Operação “Normal”
  3. Selecione o apelido do cliente já cadastrado ou insira o CNPJ da empresa.

notas sp 3

  1. Informe qual atividade é referente a nota fiscal emitida.
  2. Insira a descrição do serviço prestado.

Sugestão: “Serviços prestados em [atividade] no período de [mm/aaaa].”

  1. Insira o valor da nota fiscal.

Dica: Coloque o valor do serviço combinado com o cliente.

  1. No campo “ISS retido”, marque “NÃO”
  2. Clique no campo “Exibir informações complementares (impostos federais e carga tributária)
  3. Nos campos dos impostos, preencha com o valor (em Reais) as devidas retenções na nota fiscal.

Dica: Como faço para saber se existe retenção?

Simples! A Contabilizei lhe ensina como saber a retenção vamos lá: Os valores dos impostos serão sempre calculados do valor bruto do serviço.

a) valor menor que R$ 215,05:
– sem retenção (deixe todos campos em branco);

b) valores entre R$215,05 e R$ 666,67:
– CSLL: calcule 1,0% sobre o valor bruto da nota fiscal.
– COFINS: calcule 3,0% sobre o valor bruto da nota fiscal.
– PIS: calcule 0,65% sobre o valor bruto da nota fiscal.

c) valores acima de R$ 666,67::
– IR: calcule 1,5% sobre o valor bruto da nota fiscal.
– CSLL: calcule 1,0% sobre o valor bruto da nota fiscal.
– COFINS: calcule 3,0% sobre o valor bruto da nota fiscal.
– PIS: calcule 0,65% sobre o valor bruto da nota fiscal.

OBS: Caso você emita diversas notas para o mesmo cliente com o valor de R$215,05, será somado o valor de todas para calculo da devida retenção!

  1. Informe no campo “percentual da Carga Tributária” a porcentagem dos impostos que estão inseridos nesta nota.
  2. O momento da glória <3 Clique em “Emitir”.

Confira se podemos atender o seu negócio

Vitor Torres

Vitor Torres

Vitor Torres é fundador da Contabilizei (o jeito mais fácil e econômico de realizar contabilidade), empreendedor e investidor de startups.