Gestão e Negócios

Como fazer um controle de estoque eficiente?

7 nov 2019

Por: Vitor Torres

Organizar o espaço, fazer inventários, conhecer bem as propriedades do seu produto, ficar atento aos custos e despesas, acompanhar de perto o giro do estoque e investir em tecnologia são dicas preciosas para controlar o estoque. Pode parecer exagero para os desavisados, mas o sucesso de um comércio começa dentro de seu depósito. Por isso, é importante aprender como fazer um controle de estoque eficiente.

Padarias, supermercados, loja de calçados, loja de roupas e mercadinhos de bairro. Não importa o setor em que você atua, ter a quantidade certa de produtos armazenados é essencial para a sobrevivência e o crescimento do negócio.

Tem dúvidas e dificuldades para gerenciar o estoque? Essa é a hora de superar esse desafio. Continue a leitura e confira!

O que é controle de estoque?

Controle de estoque é o processo que administra a entrada e saída de produtos do depósito de uma empresa. Ou seja, sua função é acompanhar as movimentações no setor e dar um panorama ao gestor sobre aquilo que ele tem para ser colocado à venda.

Mas isso não é tudo! As atividades relacionadas ao controle de estoque envolvem diversos detalhes, como organização do espaço, monitoramento das vendas e relacionamento com fornecedores.

Adotando essa estratégia de forma correta, é possível identificar itens em excesso, perceber quais têm maior demanda e até planejar promoções mais vantajosas para o negócio. Portanto, a gestão do estoque pode ser considerada uma premissa para o sucesso de um comércio.

Quais os benefícios do controle de estoque para pequenas empresas?

Podemos dizer que o controle de estoque cuida de um dos ativos mais valiosos da empresa. Afinal, os insumos e produtos são a alma do varejo.

Acontece que, além de serem um patrimônio, eles podem ser entendidos como um passivo, já que se tratam de capital imobilizado e que ainda será transformado em dinheiro.

Diante disso, controlar a entrada e a saída de produtos é questão de sobrevivência. Confira alguns dos benefícios que essa prática proporciona!

Ajuda a programar os pedidos com fornecedores

Pense bem: se você conhece seu estoque, pode se programar melhor para repor as mercadorias. Isso garante que nunca falte ou sobre itens em excesso no ponto de venda e que seu consumidor seja sempre atendido.

Além disso, o planejamento dos pedidos leva em consideração o tempo necessário para a entrega dos fornecedores. Dessa maneira, o estoque não é prejudicado por atrasos e imprevistos durante o transporte.

Aprimora o planejamento da produção

Outro benefício do controle de estoque é a melhoria do planejamento de produção, especialmente na indústria.

Em geral, ao planejar a quantidade necessária permite-se que se faça mais em menos tempo e sem perder qualidade. Não podemos nos esquecer, também, de que o acesso a dados atualizados reduz os erros na produção. Se a produção está em dia, consequentemente, seu negócio também.

Obrigado

.

Assine nossa newsletter e
receba conteúdos exclusivos


Entre para a Contabilizei

Diminui prejuízos com perdas e danos

Quando o comércio tem um estoque equilibrado e adequado à demanda de seus clientes, sofre menos com perdas e danos. A consequência disso é uma considerável redução dos prejuízos financeiros como produtos vencidos por não terem procura ou, pior ainda, não oferecer quando são procurados.

É inegável que saber como fazer controle de estoque favorece o crescimento de pequenas empresas. Afinal, elas precisam aproveitar ao máximo seus recursos, não é mesmo?

Aumenta a satisfação do consumidor

Você já foi até uma loja e descobriu que o produto que precisava estava em falta? Quase todo consumidor já vivenciou essa situação e, certamente, ficou frustrado.

No entanto, a empresa sabe como fazer controle de estoque consegue superar esse desafio de forma estratégica. Na prática, ela evita espaços vazios nas prateleiras e, assim, assegura que seu cliente fique satisfeito e seja fidelizado.

Como fazer controle de estoque: quais são os passos?

Agora que você entendeu que não há como crescer, se manter e se destacar no mercado sem planejar e organizar a compra e o armazenamento dos produtos, é hora de aprender como fazer um controle de estoque.

Para ajudá-lo, selecionamos as melhores dicas e boas práticas para uma pequena empresa de comércio. Vamos lá?

Realize inventários em seu estoque

Você sabe tudo o que tem armazenado em seu estoque? Apesar de isso ser muito importante, nem todos os donos de pequenos negócios têm essa informação atualizada em mãos. Por isso, a primeira dica é a realização de um inventário.

Aproveite a oportunidade para organizar melhor a disposição dos itens, separando-os por categorias. Acredite: isso fará toda a diferença na hora de separar as mercadorias e repor as prateleiras.

Conheça bem os produtos armazenados

É normal que uma empresa trabalhe com diferentes produtos. Para os clientes, quanto mais variedade, melhor! Sendo assim, é interessante que o dono conheça bem as características principais das mercadorias, como fabricante, cor, validade, custo de aquisição e necessidades específicas para armazenamento (como refrigeração, evitar exposição ao sol, etc.).

Esses dados o ajudarão a tomar decisões estratégicas e a evitar prejuízos. Imagine, por exemplo, que um lote de mercadorias esteja próximo de vencer. Sabendo disso, você pode fazer promoções para estimular as vendas.

Fique atento aos custos e despesas com estoque

Saber como fazer controle de estoque é muito mais do que saber a quantidade de produtos que entra e sai todos os dias. É preciso conhecer o custo dos itens e todos os gastos e despesas para mantê-los ali.

Além disso, é importante analisar dados de vendas e conhecer as mercadorias com melhor desempenho, bem como a margem de lucro de cada uma delas. Isso faz a diferença na hora de precificar os produtos e organizar sua contabilidade.

Acompanhe de perto o giro de estoque

O giro de estoque é o indicador que mostra quantas vezes o estoque foi vendido e reposto em um determinado período.

Quando a reposição dos produtos está abaixo do ritmo de vendas, faltam itens para o consumidor. Ao contrário, quando a reposição é mais rápida que as vendas, sobram mercadorias nas prateleiras.

Portanto, não deixe de acompanhar de perto esse dado e se esforçar para que o setor de compras trabalhe de forma coerente e produtiva.

Invista em tecnologia e automação de processos

O uso de tecnologia não pode ficar de fora da gestão do estoque. Ela é uma grande aliada na hora de controlar a movimentação das mercadorias, assegurando que a empresa tenha bons lucros.

Uma plataforma de contabilidade online, por exemplo, pode facilitar bastante essa tarefa, de forma segura e prática. Nela é possível fazer a emissão de Notas Fiscais e lançar as movimentações bancárias da conta jurídica — processos que podem ajudar bastante a aprimorar sua gestão.

Agora que você aprendeu como fazer controle de estoque, já sabe que isso não precisa ser uma dor de cabeça! Na verdade, é possível alcançar bons resultados adotando estratégias simples e acessíveis para qualquer empreendedor, como as que explicamos aqui.

Tem dúvidas sobre como administrar sua empresa? Selecionamos as 16 dúvidas mais recorrentes entre os pequenos empreendedores e respondemos em um post especial. Aproveite a visita ao nosso blog e confira agora mesmo!

Vitor Torres

Vitor Torres

Vitor Torres é fundador da Contabilizei (o jeito mais fácil e econômico de realizar contabilidade), empreendedor e investidor de startups.