Empreendedorismo

Como lidar com a concorrência para melhorar resultados

2 jul 2019

Por: Vitor Torres

As empresas precisam lidar com a competitividade a todo momento e, para superar a concorrência e melhorar os resultados, existem diversas práticas que podem ser adotadas. Entre elas, conhecer os concorrentes observando seus pontos fortes e fracos, entender o perfil do cliente, estudar o mercado e gerar valor agregado ao seu produto ou serviço são alguns exemplos que vamos abordar nesse artigo.

Além disso, para seu próprio negócio se destacar e alcançar o sucesso, também é importante entender quais são as práticas mais adequadas às suas necessidadeso e como implementá-las.

Então confira nossas dicas e aprenda como lidar com a concorrência da melhor forma em pequenas empresas e alcançar bons resultados!

1. Conheça seus concorrentes

Faça um levantamento minucioso sobre a concorrência, avaliando com atenção os seus maiores diferenciais. Alguns aspectos precisam ser averiguados, como a qualidade dos produtos e serviços prestados, atendimento e suporte ao público, benefícios oferecidos aos clientes, além da experiência no mercado.

Você também pode aprender muito com os concorrentes. Para isso, preste atenção nos erros cometidos por esses negócios. Assim, é possível evitá-los e aproveitar a oportunidade para aprimorar o próprio negócio, melhorar o produto, otimizar a forma de se relacionar com o público, investir em tecnologia, entre outros.

Entenda também os maiores acertos, estude como foram criadas as estratégias, compare com as suas ideias e agregue mais valor ao seu plano de ação.

2. Entenda seu cliente e identifique suas demandas

Entre as obrigações de um pequeno empreendedor, entender quem é o cliente da sua empresa é essencial para que as ações tomadas surtam mais efeitos. Depois, procure entender suas principais dores e apresente as soluções oferecidas pelo seu negócio antes dos concorrentes ou crie algo inovador e que possa atender melhor às expectativas dos consumidores do que o que já existe no mercado.

Por mais que você e a concorrência vendam os mesmos produtos ou ofereçam serviços semelhantes, os clientes nem sempre serão pessoas iguais. Por isso, é importante entender tudo sobre eles e oferecer diferenciais. Para entender seu público, você deve analisar:

  • qual linguagem funciona com o público-alvo;
  • qual é o canal de vendas mais adequado para a persona;
  • em quais redes sociais o público está mais presente;
  • qual valor, em média, o cliente está disposto a investir;
  • qual o melhor meio de pagamento a ser oferecido.

Toda a estratégia precisa ser focada no perfil do seu cliente, que também é conhecido como persona. Esse é o diferencial que levará o seu negócio ao sucesso.

3. Estude o seu mercado

Esteja atento ao seu mercado, pois novidades estão surgindo a cada dia, como o pagamento online, a inteligência artificial, a elaboração de produtos personalizados para cada tipo de cliente, as plataformas de delivery, entre outros. Com isso, novas oportunidades e riscos chegam com frequência ao seu negócio — e é preciso estar preparado para isso.

Uma dica interessante é participar de eventos, seminários e feiras voltadas para o empreendedorismo. Assim, é possível conhecer as novas tendências, cases, ideias, planos, técnicas e metodologias que podem ser aplicadas, além de interagir com outros profissionais que podem se tornar grandes parceiros no futuro.

Implementar uma cultura de inovação dentro da empresa é uma boa alternativa para acompanhar as novas exigências do mercado e não ficar para trás. Além de servir como base para criar projetos acessíveis e que gerem um impacto positivo na vida dos clientes, você também pode economizar dinheiro usando serviços inovadores e digitais de startups – como contabilidade online.

4. Evite enfrentar a guerra de preços

Uma prática muito comum entre os negócios de um mesmo ramo é a guerra de preços, o que nem sempre é algo vantajoso. Ao colocar o valor de seus produtos ou serviços abaixo do mercado, você pode até conseguir aumentar as vendas, já que os clientes estão em busca das melhores ofertas.

No entanto, essa disputa pode impactar de forma negativa em seu fluxo de caixa ou até mesmo desvalorizar a marca. Quando a disputa com os concorrentes terminar e você voltar a precificar seus produtos e serviços com um valor normal, o público pode estranhar a mudança e procurar outras opções.

5. Gere valor no seu produto ou serviço

Agregar valor significa evidenciar as características e qualidades principais do produto ou serviço oferecido, de modo que o cliente perceba a importância em adquiri-lo sem colocar o preço em primeiro plano.

Após analisar o perfil do seu cliente ideal e entender o que ele espera, você pode criar esse valor de várias formas: preste atenção em problemas não resolvidos pelo mercado e ofereça algo que possa eliminar as dificuldades que os consumidores têm.

Por exemplo, você pode encantar o cliente com um excelente atendimento, estar acessível para sanar dúvidas por meio de canais de comunicação – principalmente redes sociais -, entre outras. Contudo, não podemos esquecer que preço é tão importante quanto os atributos que vão tornar o seu produto ou serviço atraente aos olhos dos clientes.

Se você tem a oportunidade de oferecer produtos ou serviços com essas características e por um preço justo, certamente terá uma resposta muito positiva.

6. Mantenha a ética

É preciso pensar que, ainda que seus concorrentes possam ser vistos como barreiras, eles são empreendedores com metas e ideias semelhantes às suas — e estão lutando para conseguir um espaço assim como você.

Então, busque manter a ética em todas as situações, por exemplo: você não precisa falar mal dos produtos da concorrência. Em vez disso, mostre os benefícios que os consumidores terão ao adquirir o seu produto.

7. Invista no pós-venda

Ao fornecer um atendimento de qualidade mesmo após a finalização da compra, o consumidor sente o valor que a empresa dá aos clientes e gera um relacionamento mais fidelizado.

Investir no pós-venda não é somente se assegurar que o cliente sabe como usar o produto ou serviço, mas também estar disposto a ouvi-lo e orientá-lo para que ele tenha suas expectativas atendidas com a solução, além de aumentar as chances de retê-lo dentro da base.

Para isso, você pode:

  • entrar em contato depois de alguns dias para saber a satisfação do cliente em relação à compra;
  • pedir autorização para enviar as novidades e promoção por email;
  • mostrar que está à disposição para esclarecer qualquer dúvida, entre outros.

Essa prática vai gerar diversas vantagens para o negócio:

  • conquista de novos clientes;
  • aumentar lucros;
  • redução de custos, já que a retenção de clientes é mais barata que a captação de novos;
  • indicações de antigos consumidores;
  • vantagem competitiva.

Logo, o atendimento impecável é aquele que se importa com a experiência do cliente desde o primeiro contato, passando pela conversão da venda e até no pós-venda.

Além de elaborar um plano de ação eficiente para saber como superar a concorrência, é preciso acompanhar as tendências do mercado e as novas demandas dos clientes, a fim de não perder a vantagem competitiva. Para isso, dedique-se a oferecer um atendimento diferenciado, garantir a qualidade dos produtos e serviços, ofertar preço justo e valor agregado e, assim, conquistar um lugar de destaque no segmento.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite sua visita no blog para ler sobre a importância de delegar tarefas para o crescimento da empresa e dê mais um passo em direção ao sucesso.

Vitor Torres

Vitor Torres

Vitor Torres é fundador da Contabilizei (o jeito mais fácil e econômico de realizar contabilidade), empreendedor e investidor de startups.