Empreendedorismo

Empreendendo no vermelho: posso abrir empresa com nome sujo?

19 nov 2019

Por: Vitor Torres

“Posso abrir empresa com nome sujo?” — uma resposta simples para essa dúvida frequente é: sim, é possível. Não existem restrições legais para isso, porém, estar com o CPF negativado pode ser um empecilho no acesso a crédito e recursos para alavancar os negócios. Também é preciso considerar que estar com o nome sujo é diferente de ter o CPF irregular. Vamos explicar a diferença!


Quando uma Ppessoa Física deixa de pagar alguma conta de consumo por qualquer motivo, as empresas podem denunciar a dívida para o governo, processo que causa a restrição de um CPF, ou nome sujo, termo pelo qual a situação é popularmente conhecida.

Um consumidor com restrições no nome deixa de usufruir de alguns recursos na hora de adquirir novos bens de consumo e passa por algumas situações, como: 

  • Juros mais altos na possibilidade de contratar empréstimo;
  • Diminuição do score em serviços de proteção ao crédito como SPC e Serasa;
  • Dificuldades na aquisição de cartões de crédito e outros serviços bancários.

Posso abrir empresa com nome sujo?

Apesar de trazer dificuldades no acesso a crédito e utilização de diversos serviços bancários, uma pessoa ainda pode abrir empresa com nome sujo. Existem diversoas modelos e portesalidades de empresa, e nenhuma proíbe a criação por parte de pessoas com restrição no nome.

Nome sujo e CPF irregular são a mesma coisa? 

Não. Embora ambos apliquem restrições ao cidadão como Pessoa Física, o CPF irregular implica questões mais severas, incluindo a impossibilidade de participar de concursos públicos e impossibilidade de se abrir uma empresa.

Aqui é importante entender que uma pessoa com o CPF irregular pode estar com o nome “limpo”. Da mesma maneira, uma pessoa com nome sujo pode estar com o CPF irregular, pois as causas são independentes.

Achou confuso? Calma que a gente explica:

Quando uma pessoa está com o nome negativado, ela deve para a empresa de quem adquiriu o bem de consumo, podendo ser cobrada por profissionais de resolução desse tipo de problema. Já no caso de irregularidade, a questão abrange questões legais, podendo causar até mesmo a suspensão ou o cancelamento do Cadastro de Pessoa Física. 

Alguns dos motivos para ficar com o CPF irregular são: deixar de entregar alguma Declaração de Imposto de Renda nos últimos 5 anos, perda ou roubo de documentos, deixar de votar e não regularizar o título de eleitor, entre outros.

Dica: É possível avaliar a situação de regularidade do CPF gratuitamente no site da Receita Federal.

Obrigado

.

Assine nossa newsletter e
receba conteúdos exclusivos


Entre para a Contabilizei

Pessoa com nome sujo pode abrir empresa? Quais problemas irei enfrentar?

Como você já viu acima, é possível abrir empresa mesmo com nome sujo. O maior problema neste caso é a obtenção de crédito, mas, além disso, tudo vai depender da modalidade da empresa e da sua natureza jurídica, o que interfere na divisão entre patrimônio da Pessoa Jurídica e da Pessoa Física.

Se você está com o nome negativado e pensa em abrir uma empresa, a melhor maneira de tomar a decisão correta para proteger o patrimônio do novo negócio e não tê-lo confundido com suas contas pessoais ao longo deste processo é contar com um serviço de contabilidade. Um contador poderá analisar e identificar qual o tipo societário mais recomendado.

Outro problema que pode ser enfrentado por empreendedores com o nome sujo, principalmente quando falamos do Microempreendedor Individual (MEI), é a baixa reputação como consumidor no mercado, pois além de restrição de crédito, o nome sujo acaba diminuindo um valor conhecido como score, média ponderada dos sistemas de proteção de crédito.

Em outras palavras, quanto menor for o score do empreendedor, maiores são as chances de ele não honrar suas dívidas. O aumento desse valor é lento e exige uma série de acertos na vida financeira dependendo do ponto de partida.

É por isso que ainda que não seja um fator impeditivo para abrir uma empresa, limpar o nome acaba sendo uma prática muito importante no processo de abertura.

A abertura de uma conta jurídica

Manter a rotina de empreendedor organizada é um passo muito importante no sucesso de um negócio, além de ser desafiador para quem está começando.

A maneira mais recomendada de cuidar da parte financeira da empresa sem se deparar com ruídos pessoais é a abertura de uma conta jurídica, a qual deve ser dedicada exclusivamente às atividades do CNPJ.

Se antes esse processo de abertura de contas era burocrático e longo, hoje existem inúmeras opções, das mais tradicionais aos bancos digitais, que normalmente oferecem mais praticidade e menores taxas. 

No caso de microempreendedores individuais com o nome negativado, a abertura de contas é possível, mas segue as mesmas regras de uma conta para Pessoa Física, ou seja, se o nome do sócio-proprietário está sujo, não será permitido nenhuma função de acesso a crédito e recursos de financiamento, restando apenas acesso ao pacote mais básico —  o que não deixa de ser uma oportunidade para o início da organização financeira e a separação das finanças pessoais. 

Em quais casos uma pessoa não pode abrir uma empresa?

Apesar de ser possível abrir uma empresa quando o nome do proprietário está sujo, esse processo pode ser negado caso o CPF esteja irregular. Neste caso, o único ponto de partida possível é a regularização junto a Receita Federal.

A complexidade de regularização vai variar em cada caso, mas certamente poderá ser resolvida rapidamente.

Checar o status do seu CPF é uma ação importante, pois em muitos casos a irregularidade pode partir de algo que não foi feito por desinformação.

A importância do nome limpo para empreender melhor

Estar com o nome limpo não é obrigatório para abrir uma empresa, e geralmente o nome sujo é apenas consequência de uma fase desorganizada da vida pessoal. Ainda assim, a regularização é um passo importante para a saúde financeira do empreendedor e de sua empresa.

Com o acesso facilitado a uma infinidade de fontes de informação, é muito mais fácil obter o conhecimento necessário para gerenciar finanças com mais qualidade. Esse aprendizado será essencial ao longo do crescimento de um negócio.

O primeiro passo para cuidar melhor da vida financeira é o autoconhecimento, entender nossos hábitos financeiros e descobrir o ponto de partida.

Caso desconfie que já esteja com o nome sujo, você pode verificar gratuitamente a partir dos serviços mais conhecidos do mercado: SPC e Serasa.

Defina um plano para regularização dessas dívidas, afinal, nos tornamos gestores melhores quando aprendemos a gerenciar nossas próprias contas pessoais.

Posso abrir empresa com nome sujo? A resposta é sim!

Em todos os casos, o sucesso na abertura de uma empresa depende das melhores escolhas do empreendedor, que pode ter essa e outras perguntas respondidas ao longo do caminho por um bom serviço de contabilidade. Por isso, abrir uma empresa com o auxílio de um contador é a melhor opção.

Agora que você já sabe que pode abrir um CNPJ mesmo com nome sujo, confira como a Contabilizei pode ajudar a abrir sua empresa.


Vitor Torres

Vitor Torres

Vitor Torres é fundador da Contabilizei (o jeito mais fácil e econômico de realizar contabilidade), empreendedor e investidor de startups.