Empreendedorismo

Quanto custa abrir empresa no Brasil? Descubra tudo!

27 nov 2019

Por: Contabilizei

Para saber quanto custa abrir empresa é preciso entender que, mesmo que haja uma média, os valores diferem de acordo com a modalidade, região, regime tributário e até ramo de atividade. Por isso, é fundamental fazer um levantamento específico e pontual para o seu negócio.


Quanto custa abrir empresa? Uma das primeiras perguntas que passam pela cabeça de quem pretende iniciar um negócio é também motivo de grande preocupação.

Incluindo impostos e taxas obrigatórias para obtenção da licença de funcionamento, até despesas mensais, tudo precisa ser muito bem pensado, calculado e colocado na ponta do lápis para que seu negócio dê certo desde os primeiros passos.

Mas quais seriam esses valores? É possível abrir uma empresa de graça? Essas e outras respostas você terá neste post. Por isso, continue a leitura e descubra tudo sobre o assunto!

Quanto custa abrir empresa no Brasil: os gastos do processo de abertura

O relatório global Doing Business de 2017, apontou que o valor médio para abertura de empresa no Brasil é de R$ 1.518,16. Porém, é muito importante não se basear apenas nessa informação quando for iniciar o seu negócio. 

Isso porque, além dos gastos comuns à maioria dos CNPJs, existem diversos outros fatores que influenciam no custo final. Veja abaixo os principais.

Custos Fiscais

Apesar de variar de estado para estado e da política de incentivo de cada região, existem quatro custos que acabam sendo obrigatórios a todas as empresas. Na média, o gasto com essas despesas ficam em torno de R$ 400 e são:

  • Junta Comercial: aqui você deve pagar o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (DARE) taxa destinada ao registro público da empresa;
  • Certificado Digital: para confirmar a autenticidade de empresas que emitem NFe (nota fiscal eletrônica).

Aqui vale lembrar que, dependendo do segmento, pode haver também despesas relativas a taxas e autorizações específicas junto à Prefeitura, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, Cartório, órgãos e conselhos profissionais, entre outros.

Obrigado

.

Assine nossa newsletter e
receba conteúdos exclusivos


Entre para a Contabilizei

Capital Social

O valor do Capital Social também precisa entrar na conta quando se busca saber quanto custa abrir empresa. Por isso, o montante destinado para iniciar as atividades e manter seu negócio funcionando até que esse gere lucro suficiente para seguir sozinho deve ser considerado.

A quantia mínima indicada para definir o Capital Social de uma empresa e, assim, efetuar o registro do Contrato Social e liberação do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) é de R$ 1.000. No entanto, é fundamental reforçar que esse valor atende apenas algumas modalidades e que o ideal é definir pontualmente o valor da sua empresa.

Para saber tudo sobre Capital Social acesse este post! 

Outros custos a serem considerados para iniciar o seu negócio

Para saber realmente quanto custa abrir empresa é fundamental colocar tudo que envolve a abertura na ponta do lápis. 

Os custos abaixo não são taxas que impactam nessa etapa legalmente falando, mas são valores relativos a despesas necessárias para que o seu negócio saia do papel e se torne realidade.

Investimento inicial

Trata-se de tudo o que é preciso para que seu negócio comece a funcionar na prática, ou seja, desde aluguel ou compra do espaço, passando por mobiliário, tecnologia, matéria-prima, serviços terceirizados e demais itens relacionados à infraestrutura.

Por isso, esse ponto acaba sendo um dos que mais geram gastos. Para que as despesas não saiam do controle, a dica é fazer um bom planejamento, incluindo não apenas os custos iniciais, mas também aqueles que precisam ser sanados mensalmente.

Salários e Pró-labore

Esses são dois bons exemplos de despesas mensais que precisam estar claros e definidos na sua contabilidade mensal.

O pró-labore corresponde ao pagamento salarial do proprietário da empresa e de seus sócios. É bastante comum no início das atividades que esse valor seja um pouco mais tímido. Mesmo assim, ele precisa fazer parte das despesas fixas da empresa.

Quando há empregados, é preciso ainda mais de atenção, pois os salários pagos a eles incidem taxas e obrigações trabalhistas que precisam ser recolhidas à risca, a fim de evitar problemas futuros.

Registro de marca

Se quiser trabalhar com um Nome Fantasia e realizar toda a sua estratégia de marketing em cima dele é preciso, primeiro, efetuar o registro da sua marca. 

Esse processo é feito junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade industrial) e envolve pesquisa para verificar se o nome escolhido para a sua empresa está livre ou não para uso. Caso esteja, o registro da marca é liberado por um período de dez anos.

As taxas também variam, mas a média é de R$ 170 para consulta e de R$ 298 a R$ 1.115 para o registro do nome.

Quanto custa abrir empresa: os gastos de acordo com cada categoria

Além dos custos gerais e comuns a todos citados até agora, outro ponto que influencia quanto você gastará para abrir empresa é o porte e a natureza jurídica do seu negócio, pois cada uma tem sua particularidade. 

Quanto custa abrir empresa MEI

O MEI (Microempreendedor Individual), é a única categoria que não tem custos para abertura. No entanto, para se enquadrar nessa modalidade, é preciso atender à regra de faturamento, que é máximo de R$ 6.750 por mês ou R$ 81 mil ao ano.

Se formalizar como o MEI é uma excelente alternativa de legalizar as atividades de quem é profissional autônomo, sem sócios e com até 1 empregado.

Para manter a empresa funcionando, o Microempresário Individual deve apenas arcar com as despesas mensais recolhidas em taxa única através da DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) que corresponde a 5% do salário mínimo mais:

  • R$ 1 de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para comércio e indústria;
  • ou R$ 5 de ISS (Imposto sobre Serviços) para prestadores de serviços.

Quanto custa abrir empresa ME

Para abertura de uma microempresa (ME), ou seja, empresas com faturamento anual de até R$ 360 mil, a formalização tem início na Junta Comercial. 

Além dos custos desse órgão, os gastos médios, que incluem registro do CNPJ e alvará de funcionamento, são:

  • ME Individual (optante do Simples Nacional e com um sócio/titular): R$ 1.029,63;
  • ME Ltda (optante do Simples Nacional e com dois ou mais sócios): R$ 1.174,63.
Economize tempo e dinheiro na abertura do seu CNPJ

Quanto custa abrir  Empresa de Pequeno Porte

As EPPs (Empresas de Pequeno Porte), são as que faturam até R$ 4,8 milhões. Para abrir uma empresa nessa categoria, é preciso seguir as mesmas diretrizes da ME.

Quanto custa abrir empresa EIRELI, EI ou Sociedade 

Essas três categorias têm o mesmo processo de abertura e podem optar pelos mesmos regimes tributários. O que difere uma da outra é a titularidade que a compõe.

A EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) é caracterizada por ser formada por um titular que se responsabiliza pelo Capital Social, que deve ser 100 vezes o valor do salário mínimo vigente.

O EI (Empresário Individual), é constituído por uma pessoa física que se posiciona como proprietária da empresa. 

Já a Sociedade, que pode ser Simples, Limitada, Limitada Unipessoal ou Anônima, é formada por um ou mais sócios que dividem suas participações de acordo com o investimento inicial.

Para saber quanto custa abrir empresa dentro dessas categorias, também é preciso começar pela Junta Comercial. Em São Paulo, por exemplo, as taxas desse órgão são a partir de R$ 54. A soma de todas as despesas nesse estado pode variar de R$ 675 a R$ 751.

Quanto custa abrir empresa: os gastos mensais para manter seu negócio funcionando

Outro passo importante para determinar quanto custa abrir uma empresa no Brasil é a escolha do Regime Tributário

Responsável por determinar quanto e quais impostos sua empresa pagará mensal e anualmente, o ideal é que essa definição seja feita com a orientação de um contador, para evitar transtornos e pagamentos de tributos não compatíveis com o seu negócio.

Abrir um CNPJ nunca foi tão fácil

Tipos de Regimes Tributários

  • Lucro Real: obrigatório para empresas que faturam acima de R$ 78 milhões e para as que têm atividades no setor financeiro. O cálculo das alíquotas é feito baseado nos valores da receita menos a despesa, por esse motivo o nome ‘lucro real’;
  • Lucro Presumido: indicado para empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões, os valores cobrados para IR (Imposto de Renda) e CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) têm como base alíquotas definidas pela Receita Federal;
  • Simples Nacional: com agenda tributária mais simples e alíquotas menores, podem se beneficiar desse tipo de regime tributário empresas com faturamento bruto de até R$ 4,8 milhões.

Em uma única guia é possível recolher impostos e arrecadações, que são:

  • ISS (Imposto sobre Serviços);
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços);
  • IRPJ (Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica);
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);
  • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
  • Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • PIS (Programa de Integração Social) e/ou Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público);
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária)

Somados a esses impostos, é importante não esquecer de outros gastos que incidem todos os meses para que uma empresa se mantenha funcionando. Aluguel, água, luz, despesas trabalhistas, capital de giro e serviço de contabilidade são apenas alguns deles.

Quanto custa abrir empresa com a Contabilizei

Descobrir quanto custa abrir empresa pode até ser algo assustador. No entanto, é possível economizar, ou até fazer esse processo sem custo algum.

Na Contabilizei, por exemplo, você abre sua empresa gratuitamente ao adquirir um de nossos planos de contabilidade. Lembrando que o acompanhamento mensal de um contador é obrigatório para todas as empresas (exceto MEI), você já conta com o suporte de profissionais desde os primeiros passos.

Valores

A Contabilizei é uma contabilidade totalmente online que atende micro e pequenas empresas. Em mais de 6 anos de atividade, já são mais de 10.000 empresas atendidas em mais de 40 cidades.

Ao contratar um de nossos planos de contabilidade mensal, que variam de R$ 89 a R$ 289, o processo de abertura da sua empresa é feito de graça, ou seja, você paga apenas as taxas governamentais e faz os protocolos públicos.

Abra sua empresa de graça com a Contabilizei

Além disso, se está pensando em abrir empresa em Belo Horizonte, São Paulo ou Curitiba, nem precisa sair de casa para dar entrada na sua documentação, pois a Contabilizei faz tudo para você! Basta assinar os documentos que um de nossos motoboys realiza as demais etapas.

Quer saber outras vantagens quando se contrata a Contabilizei? Então, olhe só!

  • contabilidade mensal completa da sua empresa, incluindo cálculos de impostos, envios de relatórios e todas as obrigações contábeis e legais junto a Receita Federal, Estadual e Prefeitura;
  • contador exclusivo para consultoria contábil e com atendimento personalizado;
  • emissor de notas fiscais e boletos;
  • cálculo de folha de pagamento e pró-labore;
  • atendimento via telefone, WhatsApp e chat.

E tudo é feito on-line, de maneira prática, rápida e muito segura! 

Que tal começar a empreender agora? Saiba mais sobre os planos da Contabilizei e escolha o serviço de contabilidade nº1 em abertura de empresas no Brasil!

Contabilizei

Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.